Atualizado em 28-8-2019

A importância da “Sopa de Pato” para os furões !

É fundamental que seu furão esteja acostumado com a duck soup, porque se ele ficar doente e não estiver familiarizado com ela antes, isso pode ser um problema muito sério. É como um alimento universal.

Origem

Em primeiro lugar, um esclarecimento. A “Duck Soup” não é uma sopa de pato ! Nunca foi. A origem desse nome é outra completamente diferente.

A Duck Soup original foi criada por uma pessoa que tinha um furão com insulinoma e ele chamava-se Lucki Duck. A sopa originalmente chamava-se Duck’s soup, a sopa DO Duck, mas acabou sendo chamada de sopa DE pato, “duck soup” em inglês.

O que é a Duck Soup

É um alimento para furões em forma pastosa ou semi líquida composto por uma mistura de composição variável, pois existem diversas receitas.

Para que é usada

As indicações principais são para a alimentação de furões com alguma condição especial de saúde, como por exemplo casos de insulinoma, infecções diversas e como alimento alternativo quando se recebe um furão novo acostumado com outras comidas.

Como já comentado em outro tópico, furões aprendem o que é comida durante o seu primeiro ano de vida, e a introdução de novos alimentos depois disso é complicada. A Duck Soup é como um alimento universal, que todos deveriam conhecer.

Também é amplamente usada para a administrar medicações por via oral. Basta misturar o medicamento nela e se tudo correr bem, o furão irá comer com toda a satisfação.

Sendo uma dieta líquida/pastosa ela também pode fornecer uma boa parte da água necessária para a correta hidratação. Mas é fundamental oferecer ao furão água fresca.

Como fazer ?

Receita 1 – Lakeroad Ferret Farm Rescue/Shelter

A receita a seguir é a usada por quase vinte anos no Lakeroad Ferret Farm Rescue/Shelter. A matéria original em inglês pode ser lida aqui. Recomendo que leiam toda a matéria original, principalmente os relatos no final. Este alimento pode salvar seu furão !

  • 2 xícaras (chávenas para os Portugueses) de ração para furões
  • 12 cápsulas de enzima de Papaya (50mg/cada) ou 600 mg
  • 2 colheres de sopa de Lecitina em pó (grânulo 1200)
  • 2 cápsulas de vitamina E 400 UI ou 800 UI no total
  • 2 ml de Pet Tinic*  ou similar. Cuidado na quantidade!

Bater no processador com 1 litro de água morna. Adicionar água até ficar com consistência de uma papinha. Deixar descansar por 30 minutos.

A sopa dura 24 horas em refrigeração.

O ideal é colocar em forma de gelo (cubos) e congelar.

Para servir, descongelar um cubo no microondas por exemplo e servir MORNO

* Suplemento alimentar Pet Tinic, composição:

Captura de Tela 2018-09-25 às 14.18.12.jpg

 

Calculando as quantidades por ml de duck soup:

suplementacao duck soup.jpg

A quantidade a ser dada para um furão é de 40-50 ml (1 cubo)

NÃO DE MAIS DO QUE ESSAS QUANTIDADES DE SUPLEMENTO VITAMINICO ! VITAMINAS EM EXCESSO SÃO TÃO PREJUDICIAIS QUANTO A FALTA DELAS !

Outras vitaminas com C e minerais como Zn, Mg, Fe normalmente são fornecidos em quantidades adequadas pela própria alimentação. Não complemente sem orientação médica.

Receita 2 – Hide-e-hole

Texto original por Barb Carlson (2010)

Existem muitas receitas para sopa de pato por aí, algumas com todos os tipos de aditivos. Também costumava acrescentar muitas coisas à minha sopa de pato, mas ao longo dos anos descobri que uma receita básica de frango e talvez um pouco de fígado funciona muito bem. É bem aceito pela maioria dos furões (ou não é tão difícil convencê-los a comer) e definitivamente ganham peso. Como inclui todos os ossos, cartilagem, gordura, pele, medula, etc., na verdade, é bastante nutritivo para eles também. Já tivemos furões que não comeram nada além da sopa de pato. O único problema é que os alimentos macios causam tártaro, que deve ser removido. [A escovação diária funciona melhor.]

A idéia básica é cozinhar frango (eu uso coxas e coxas de frango) até que os ossos fiquem macios. Sou preguiçosa – cozinho em fogo lento por 24 horas. Algumas pessoas apenas cozinham até o frango desmanchar, depois cozinham os ossos por mais tempo. Outras pessoas usam uma panela de pressão (15-20 minutos  parece funcionar bem).

A chave para ficar mais suave é cozinhar até os ossos desmancharem, depois peneirar os sólidos e esfriar até esfriar (guarde todo o caldo e a gordura separadamente). Por alguma razão, o frango frio (e os ossos, etc.) se transformam em uma mistura mais suave e cremosa, se você tiver esfriado o frango cozido primeiro.

Uso o meu processador de alimentos e processo uma grande colher desse “purê de galinha” frio em um processador de alimentos até formar uma bola (semelhante a uma bola de massa). Em seguida, adicione lentamente a gordura e o caldo aquecidos, misturando bem entre as adições, até que fiquem macias e cremosas. Eu gosto de mantê-lo bem grosso, mas úmido o suficiente para derramar como massa de bolo.

Você pode adicionar um pouco de fígado cozido neste momento, mas se você conseguir toda a medula de dentro dos ossos, isso não parece ser necessário. Eu costumava usar 1/3 de xícara de fígado de vaca cozido e 3 xícaras de “purê de galinha”, mas não o uso mais. Se você colocar muito fígado, os furões não vão gostar tanto. Por outro lado, os furões acostumados a ter o fígado podem ficar fracos (pelo menos a princípio) se você o deixar de fora.

Despeje a “gosma” resultante em um prato grande e continue processando o restante dos sólidos até terminar. Espalhe em um prato grande (assim distribuindo igualmente ossos, medula, gordura etc.).

Guarde em recipientes e congele em recipientes pequenos de 50 ml ou em forminhas de gelo e então guardar em potinhos previamente higienizados e congelar.

Modo de usar:

Descolgelar uma porção, ela deve ter aparencia de um liquido espesso. Adicione água até ficar como um caldo grosso. Sirva morno.

Notas importantes !!!

Se seu furão estiver muito doente pode ser que ele não consiga comer, então afine mais o caldo e peneire em uma peneira de metal fina com cuidado para fazer ficar mais cremoso. A maioria dos furões gosta inicialmente de uma papinha fina, mas podem depois de acostumarem, querer algo mais consistente.

Furões doentes as vezes precisam ser alimentados com a ajuda de uma seringa, usada para dar o alimento na boca em pequenas doses. Uma seringa de 10 ou 20 cc serve, mas tenha certeza de que a pasta está com a consistencia adequada e sem fragmentos de ossos ! Peneire sempre com uma peneira de metal fina conforme já mencionado !

  • JAMAIS TENTE FAZER A ALIMENTAÇÃO FORÇADA EM UM FURÃO INCONSCIENTE ! ISSO IRÁ MATA-LO !
  • TENHA CERTEZA QUE ELE NÃO ESTEJA COM BLOQUEIO INTESTINAL, SE ESTIVER LEVE IMEDIATAMENTE AO VETERINÁRIO POIS BLOQUEIOS SÃO SITUAÇÀO DE EMERGÊNCIA !
 

Se um furão não está comendo alimentos sólidos, ele precisa de 60 a 100 ml de duck soup por dia para permanecer vivo.

Tente inicialmente 20 ml a cada 3 horas. Se eles quiserem mais, deixe comer, mas certifique-se que comeram pelo menos 15-20 ml.

A medida que melhorarem, começando a comer cada vez mais alimentos sólidos, diminua gradualmente o número de vezes que oferece a duck soup. Não pare abruptamente, continue pelo menos duas vezes por dia por uma semana para evitar recaidas. É um ótimo tratamento, com proteinas e gorduras adequadas e sem acúcares.

Se seu furão estiver sob dieta pastosa por muito tempo, é necessário que ele tenha seus dentes escovados senão poderá acumular tártaro, que eventualmente pode causar graves danos aos dentes e gengivas.